Quem não sabe o que é insônia? As crianças, apenas elas. Por quê? Por terem uma glândula pineal novinha e que funciona adequadamente! Com o passar dos anos, seja pelo excesso de estresse ou pelo fato de envelhecermos, essa glândula deixa de produzir quantidades adequadas de melatonina, o dito hormônio do sono.

Insônia em crianças x adultos

As crianças dormem profundamente, sonham com os anjos, tudo bem colorido, e acordam animadas e cheias de energia. Correm e brincam o dia todo. No fim do dia, a quantidade adequada de melatonina está no sangue e elas têm outra noite de sono maravilhoso.

Já os adultos, cada vez mais, apresentam sono superficial. Muitos não lembram de nenhum sonho, que dirá de anjos coloridos. Acordam azedos, sem energia, com memória ruim e se arrastam o dia todo. À noite, sentem até medo de ir para a cama, pois sabem que não dormirão bem. Por vezes, “desmaiam”, mas acordam cansados no outro dia, como se não tivessem dormido.

Sonhos coloridos e boa memória

Como você está? Mesmo se jovem com 30 anos. Dormindo profundamente, sonhando colorido e acordando animado para o trabalho? Ou está com aquele sono que não sustenta e lembrando apenas dos pesadelos?

É a pregnenolona normal que nos dá boa memória e faz com que nos lembremos dos sonhos, pelo menos três vezes por semana. Mas é a melatonina que nos leva a sonhar colorido! Se seus sonhos não são coloridos, algum “transistor” do seu cérebro está queimado, e você sonha em preto e branco ou acinzentado. Se você disser que não sabe, provavelmente seus sonhos não são coloridos, pois esses sonhos são lindos e inesquecíveis. Você, com certeza, lembraria de ter sonhado com um caminhão vermelho, um jardim com rosas de cores variadas ou, ao menos, com uma bolsa amarela ou um livro de capa azul que alguém lhe dera enquanto dormia.

Parece engraçado, mas isso tudo é muito sério!

Precisamos de melatonina para dormir bem e manter a saúde do nosso cérebro! A melatonina é importante para “limpar” as proteínas degeneradas que se acumulam nas células cerebrais e que são responsáveis pela maioria dos casos de doença de Alzheimer. Isso significa dizer que se você tiver níveis normais de melatonina no organismo, provavelmente – nada é peremptório –, nunca apresentará doença de Alzheimer! O mesmo é válido para outros tipos de demência, doença de Parkinson e muitas outras.

Cabe lembrar que nunca se deve usar hormônio algum sem sua deficiência detectada, seja pela clínica ou através de exames laboratoriais. Por isso, se você tem problemas com insônia, marque uma consulta e conte o seu problema ao médico.